advogado-instagram-lexly-academy

Advogado no Instagram, pode?

Estratégias criativas para o uso da rede social no setor jurídico.

Recentemente uma polêmica circulou nas mídias quando a OAB do Estado de Minas Gerais sugeriu que advogados não fizessem o uso de redes sociais para divulgar seus serviços.

O órgão referiu-se diretamente ao aplicativo de vídeos TikTok, onde alguns profissionais criaram perfis para falar de forma descontraída sobre a lei.

Assuntos delicados como pensão alimentícia e direito do consumidor são abordados com até certo humor pelos advogados tiktokers.

O conteúdo aproxima pessoas comuns, sem nenhum tipo de conhecimento jurídico, aos seus direitos e esclarece pontos importantes para a sociedade de uma maneira geral.

 

Mas afinal, advogado pode ter Instagram?

Bom, segundo o código de ética da OAB, a profissão de advogado oferece serviços de origem intelectual, o que torna ilegal a mercantilização e a divulgação deliberada de preços ou anúncios publicitários, seja na internet ou em qualquer outro veículo de comunicação.

As redes sociais são um excelente canal para divulgação comercial de produtos e serviços? Sim! Mas, nem só disso vivem as pessoas que postam conteúdo por lá.

Redes como TikTok e Instagram continuam sendo usadas para propagação de conteúdo inteligente, informativo e criativo, não apenas para vendas.

Mesmo que mecanismos comerciais estejam sendo fortemente aplicados às plataformas, as contas continuam sendo gratuitas e as pessoas estão lá por diferentes motivos, sendo o último deles adquirir um produto ou serviço.

E é por causa disso que fazer negócio nas redes sociais exige muito mais do que postar conteúdos sobre sua profissão.

É necessário criar uma estratégia de comunicação completa baseada em assuntos do interesse do público-alvo para depois de um tempo razoável iniciar a conversão desses seguidores em clientes.

 

Por que usar o Instagram?

Bom, para começar, o Instagram é a rede social onde os brasileiros passam mais tempo. Apesar de o TikTok ter crescido exponencialmente em 2020 e o Facebook ainda ter o maior número de inscritos no mundo, é no Instagram que as pessoas ficam.

Um estudo feito pela Cuponation revelou que passamos em média 1h30 por dia navegando no Instagram e ao total são mais de 3h espiando essa e outras redes sociais como Youtube e Facebook.

Já há algum tempo, especialistas apontam que as redes sociais iriam se tornar uma ótima ferramenta para se fazer negócios e não mais apenas para interagir com nossos amigos e familiares.

Mais do que ganhar novos clientes, o Instagram é um canal gratuito para que você mostre toda sua experiência como profissional, tire dúvidas das pessoas e mantenha um contato mais ativo com potenciais clientes.

Além disso, a flexibilidade da rede permite a criação de diversos tipos de conteúdo, como vídeos, transmissões ao vivo, fotos, textos e animações.

A combinação desses elementos pode resultar em um feed criativo e dinâmico que vai chamar a atenção das pessoas e fazer com que você comece a ser notado na rede.

 

Como criar conteúdo para o Instagram?

Primeiramente é necessário ter em mente que serviços advocatícios não são produtos comerciais.

Você não pode simplesmente divulgar o seu trabalho, colocar um preço e pedir que seus seguidores te contratem.

Essa estratégia, na verdade, não funcionaria nem para um comércio de canetas, quem dirá para um trabalho tão complexo quanto o de um advogado.

Como dito anteriormente, as pessoas estão no Instagram para se divertirem ou simplesmente para passarem o tempo.

O bombardeio de informações, incluindo anúncios, que circulam na rede por dia acabam sobrecarregando os usuários e chamar a atenção dessas pessoas requer uma estratégia mais elaborada.

Fotos de paisagens deslumbrantes já não são mais o suficiente para ganhar curtidas (o que não significa muita coisa e você vai entender isso mais adiante), muito menos atrair potenciais clientes.

Para isso você vai precisar de uma estratégia de conteúdo bem definida, pensada para o seu público-alvo.

 

Como saber quem é o meu público-alvo?

Para saber onde estão os seus potenciais clientes você vai precisar olhar para antigos clientes! 

Quem são eles? Quais tipos de serviço você mais realizou? Qual valor médio que essas pessoas gastaram? Onde elas moram? Quais foram as principais dificuldades que tiveram e como você pôde ajudá-las?

As respostas irão te ajudar a construir um cliente ideal, mais conhecido como persona.

Se você não sabe muito bem como construir uma persona ou tem dúvidas sobre o assunto, baixe agora mesmo nosso e-book “Personas para Advogados”, com ele você vai saber como construir uma especialmente para o seu negócio.

O e-book inclui sugestão de perguntas específicas e um passo-a-passo para realizar sua pesquisa de campo. Confira!

 

Analise sua concorrência

Outro ponto importante para levar em consideração ao traçar uma estratégia de conteúdo em um Instagram para advogados é a análise de seus concorrentes. 

Veja o que os advogados que prestam serviços similares aos seus estão fazendo. Olhe profissionais com bastante seguidores, mas não deixe de ver também pequenos perfis, muitas vezes eles geram mais insights do que perfis grandes.

 

#hashtag

A hashtag é o principal mecanismo de pesquisa do Instagram. Quando você faz uma postagem e inclui na descrição #advogado, por exemplo, ela vai para um diretório com todas as outras milhares de imagens que contém a mesma #hashtag.

Com isso, as pessoas podem buscar os assuntos do seu interesse de forma mais específica. Se você posta assuntos relacionados a #direito, #juridico, #lei, entre outros, use as hashtags correspondentes.

Quanto mais relevante seu conteúdo for, ou seja, quanto mais interações ele receber, mais acima da pesquisa de # ele irá ficar.

Quando você segue essas #, as publicações mais relevantes de outros usuários também aparecerão em seu feed, isto é importante para manter-se sempre atualizado sobre o nicho.

Mas atenção, nunca utilize mais de 5 hashtags em suas postagens, isso pode acabar confundindo o algoritmo do Instagram e seu conteúdo não será exibido em nenhuma delas.

 

Seja constante

De nada adianta criar postagens interessantes se você não alimentar seus seguidores regularmente.

Imagine diariamente chegar no trabalho e tomar uma deliciosa xícara de café, mas numa bela amanhã se deparar com a garrafa vazia? Frustrante, não é mesmo?

A mesma coisa acontece quando você acostuma seu público com uma certa frequência de postagens e depois some. 

Infelizmente, o Instagram está cada dia mais exigente e é necessário uma ou duas postagens por dia para que o algoritmo comece a te notar.

Para iniciantes, não precisa se cobrar tanto, melhor começar com três postagens por semana, e ir aumentando conforme o tempo, do que interromper o fluxo depois porque não deu conta do trabalho.

 

Conselhos finais

Deu para perceber como o Instagram pode ser um bom aliado na construção de uma boa imagem no mercado, não é mesmo?

Também como estratégia para aumentar sua autoridade e expandir sua área de atuação, captando novos potenciais clientes através de conteúdo informativo e interessante.

Ao seguir essas dicas, você vai começar a prestar mais atenção em como o Instagram funciona e terá capacidade para criar suas próprias estratégias de conteúdo.

É importante lembrar que o processo de crescimento nas redes sociais é gradual, então não desanime se os resultados não aparecem nos primeiros meses.

Outro ponto importante é não se iludir com número de seguidores, muito menos com curtidas. Esses números (também conhecidos como metas de vaidade) podem até melhorar a taxa de exibição do seu conteúdo, mas no final das contas só serão relevantes se estiverem trazendo mais contatos e pessoas interessadas em contratar os seus serviços.