seguro fiança locatícia o que é

Garantias de aluguel: o que é e como funciona

Ter uma garantia de aluguel é uma exigência de quase todo contrato de locação, mas você sabe como funciona e para quê elas servem?

Ao alugar um imóvel é preciso oferecer uma garantia ao proprietário para que, em caso de inadimplência, ele tenha uma cobertura financeira pelo período que deixou de receber o aluguel.

O tipo de garantia mais comum até pouco tempo era o fiador. Onde a pessoa interessada em alugar o imóvel tem uma pessoa que se responsabiliza por possíveis inadimplências através de bens ou imóveis com valor similar ao que está sendo alugado.

Esse método é bem complicado porque é necessário pedir este favor a um terceiro para colocar seu próprio nome como garantia e só essa questão já é constrangedora, não é mesmo?

O pior seria no caso de um imprevisto. A falta de pagamento levaria os bens da pessoa a leilão ou penhora. 

Por isso muita gente se recusa a ser fiador, por mais próximo que seja o vínculo com o inquilino e esse problema levou, durante anos, famílias inteiras a morarem em lugares precários e periferias, mesmo com condições financeiras para estarem em um lugar melhor.

Atualmente, a falta de opções não é mais problema, existem diferentes alternativas de garantias de aluguel no mercado que facilitam a locação de imóveis e sem precisar pedir favores a ninguém. Você sabe quais são eles?

Neste artigo iremos abordar quais os tipos de garantias que existem, e te ajudar a escolher a melhor opção para seu contrato de aluguel.

 

Tipos de Garantias de Aluguel

Atualmente temos cinco tipos de garantias de aluguel. Algumas exceções podem ser aplicadas, dependendo das exigências do proprietário ou de um prévio acordo entre ele e seu futuro inquilino, mas por padrão, essas são as opções mais comuns:



Fiador

Como descrito acima, o fiador empresta seu nome para o inquilino e se responsabiliza por uma possível inadimplência com algum imóvel ou bem de valor equivalente ao do imóvel que está sendo alugado. 

Os bens do fiador podem ser confiscados se o inquilino deixar de cumprir com os pagamentos ou se recuse a sair do imóvel em caso de despejo.

Durante muitos anos foi a forma de garantia de aluguel mais utilizada, mas, como dito, implica em um grande constrangimento para o inquilino, além de ser mais arriscado para todos os envolvidos.

 

Seguro Fiança

O seguro fiança locatícia é uma modalidade que vem sendo bastante difundida nas grandes capitais devido ao movimento de pessoas com intenção de morar apenas durante um determinado período nas metrópoles - para cursar uma faculdade por exemplo.

Para atender essa crescente demanda, as seguradoras lançaram uma modalidade de seguro para imóveis onde o inquilino paga uma quantia que, geralmente, equivale ao valor de um 1,5 de aluguel.

Este tipo de seguro não é ressarcido ao final do contrato e pode ser parcelado em até 12 meses. 

A principal vantagem é que tanto o inquilino quando o proprietário ficam assegurados em eventuais danos no imóvel, como um problema hidráulico ou incêndio, por exemplo.

Outro benefício importante é que, caso o inquilino atrase o pagamento do aluguel, automaticamente, a seguradora irá ressarcir o proprietário, garantindo sua renda mensal. 

Esse valor será cobrado integralmente do inquilino e serão aplicadas multas e juros previstos no contrato formalizado com a seguradora.

O seguro fiança locatícia também é uma excelente alternativa para o inquilino pois ele pode fazer todo o processo sozinho, dispensando a necessidade de fiador.

Um ponto importante é que o processo de contratação do seguro fiança é similar a aprovação de crédito em um banco. 

O interessado em alugar o imóvel passará por uma análise crédito e terá que comprovar renda fixa mensal entre três a quatro vezes o valor do aluguel à seguradora. 

O valor do seguro fiança pode ser parcelado, mas sua cobertura tem vigência de um ano, ou seja: se o contrato do aluguel for de 36 meses, o seguro deverá ser pago novamente a cada ano com os devidos reajustes, seguindo as tabelas de impostos correspondentes.

 

Caução em dinheiro

A Caução é uma outra modalidade bastante usada como garantia em contrato de aluguel

Sua principal vantagem é que ele pode ser negociado direto com o proprietário e ao final da vigência do contrato, o valor é devolvido integralmente ou abatido dos últimos meses em que o inquilino residir no imóvel.

A desvantagem é que a caução precisa corresponder entre três a quatro vezes o valor do aluguel e tem que ser pago de uma única vez, em forma de depósito. A questão é que, muitas vezes, o inquilino não tem todo esse dinheiro, dificultando o processo.



Caução em bens

Outra modalidade de caução é quando usamos um bem móvel ou imóvel como garantia de aluguel. Isso significa que você pode passar provisoriamente a posse de algo seu, como um carro ou um terreno, por exemplo, para o nome do proprietário do imóvel.

Este tipo de garantia não permite que o dono da casa que você está alugando usufrua do bem, apenas lhe dará o direito de tomar posse em caso de inadimplência, enquanto você estiver residindo na propriedade dele.

 

Fundos de Investimento

Um tipo de garantia de aluguel pouco conhecida são os fundos de investimentos. Neste caso, o inquilino pode usar seu investimentos na Poupança, Tesouro Direto, Bolsa de Valores, CDB ou CDI, por exemplo.

Obviamente, o fundos só podem ser usados se a quantia investida for equivalente ao valor exigido pelo proprietário. Geralmente, o valor solicitado é próximo ao valor total do imóvel que está sendo alugado.

Dentro do contrato de aluguel, quando escolhida esta modalidade de garantia, o inquilino permite que seus investimentos sejam retirados em caso de inadimplência.

 

Como incluir garantias no meu contrato de aluguel

Agora que você já sabe quais os tipos de garantias de aluguel que existem, você pode negociar com o proprietário do imóvel um acordo que seja bom para os dois.

O resultado deve ser a formalização do contrato de aluguel, especificando cláusulas e as formas de garantias.

O aconselhamento de um especialista sempre trará uma visão profissional do seu caso, mas é possível fazer um contrato de aluguel seguro através de ferramentas jurídicas online.

O importante é que o documento contenha todas as informações necessárias para atender as expectativas das partes envolvidas. 

É possível ter toda a segurança jurídica de um contrato de aluguel personalizado e ainda fazer o processo de maneira remota com os contratos da Lexly.

A ferramenta de tecnologia inteligente coleta as informações baseadas nas respostas que você deu e constrói um documento totalmente dedicado às suas reais necessidades.

Conheça as modalidades de contrato e faça uma simulação.

 

100 Reais

DESCONTO PROMOCIONAL - De R$ 300 por apenas R$ 100 por tempo limitado. Preço inclui seu contrato personalizado + acesso ilimitado a nossa equipe de especialistas

Quero Fazer
Você só paga no último passo

Contrato de Aluguel Residencial

Preço inclui criação do documento e acesso a nossa equipe de especialistas!